PCN de Língua Estrangeira

Este espaço digital pretende disponibilizar reflexões, artigos, ensaios, teses digitais, bibliografias, cursos de extensão e links interessantes sobre os Parâmetros Curriculares Nacionias de Língua Estrangeira (PCN-LE) do Ensino Fundamental e Médio para a promoção de discussões sobre as questões teórico-metodológicas (e outras) inseridos no documento. Visite o blog e deixe o seu comentário!

Tuesday, November 16, 2004

ARTIGOS EM REVISTAS

  • Borges, E. F. V. Discernimento do esteio teórico nos PCN de Língua Estrangeira – Ensino Fundamental. Síntese - Revista dos Cursos de Pós-Graduação, vol. 9, 2004, Campinas, IEL-Unicamp, p.67-78.
RESUMO: Esta pesquisa de natureza bibliográfica apresenta uma leitura aprofundada dos Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Estrangeira do Ensino Fundamental (PCN-LE). O que se espera com este estudo é compreender as linhas teóricas implícitas e explícitas nos PCN-LE e como elas interagem entre si constituindo o próprio documento. Atenção especial é dada às tendências pedagógicas brasileiras, às abordagens psicológicas e às abordagens de ensino de língua estrangeira (LE). A análise sugere que os PCN-LE privilegiam diferentes linhas psicológicas e enfoques de ensino de língua. Teoricamente os PCN-LE explicitam uma perspectiva essencialmente sociointeracional e comunicativa, mas implicitamente (“orientações didáticas”) o documento enfatiza uma perspectiva essencialmente cognitiva e instrumental.

Saturday, November 13, 2004

LINKS INTERESSANTES

http://novaescola.abril.uol.com.br/PCNs/pcn_indice.htm
http://www.unb.br/abralin/index.php


PCN-LE - Download



Os PCNs de 5ª a 8ª séries concretizam, para os Sistemas de Ensino, uma base nacional comum nos currículos e servem de eixo norteador na revisão e/ou elaboração da proposta curricular das escolas. Foram impressos 730.000 conjuntos, sendo distribuídos a todos os professores da rede pública estadual e municipal, prefeituras municipais, Secretarias de Educação, universidades, consultores, pareceristas, instituições, editoras, dirigentes do MEC, Ministérios, Comitês e Comissões de Educação (fonte: www.mec.gov.br).


Conheça os PCNs de 5ª a 8ª séries:

http://www.mec.gov.br/sef/sef/pcn5a8.shtm


Friday, November 12, 2004

BIBLIOGRAFIA COMENTADA

BRITO, E. V. et al. (orgs.). PCNs de Língua Portuguesa: a prática em sala de aula. São Paulo: Arte & Ciência, 2001.

  • O livro é composto de três artigos que procuram explicar e exemplificar, por meio de atividades, o ensino da língua portuguesa no ensino fundamental à luz dos PCN. O primeiro, trata das estratégias de leitura na formação do leitor, enxengando a leitura com um atividade dinâmica de compreensão e interpretação do texto. O segundo, enfatiza o texto escrito considerando as contribuições da Lingüística Textual, empreendendo um trabalho de reflexão teórica e de análise textual. O terceiro, discute a questão da análise e reflexão lingüística, destacando o caminho uso-reflexão-uso em atividades classificadas como lingüísticas, epilingüísticas e metalingüísticas.

CRISTOVÃO, V. L. L. Dos PCNs-LE à sala de aula: uma experiência de transposição didática. Trabalhos em Lingüística Aplicada. Campinas, IEL, n. 34, 39-51, 1999.

  • Esse artigo enfatiza que o uso dos PCN-LE pelos professores de línguas não garante a compreensão e a aplicabilidade das idéias propostas por esse documento em sala de aula, uma vez que não podemos esperar que as ações dos professores mudem com a simples leitura do documento.

COLL, C. Psicologia e currículo: uma aproximação psicopedagógica à elaboração do currículo escolar. Editora Ática, 2001.

  • Esse livro se constitui como leitura fundamental para a compreensão dos PCN, assumindo uma proposta curricular construtivista, do ponto de vista da educação, e psicopedagógica, do ponto de vista da intervenção escolar, tendo como fundamentação as teorias piagetiana e vygotskyana.

COX, M. I. P. e ASSIS-PETERSON, A. A. Critical pedagogy in ELT: images of Brazilian teachers of english. Tesol Quarterly, vol. 33, n. 3, Autumm, 433-452, 1999.

  • O artigo apresenta os PCN-LE como inserido no campo específico da pedagogia crítica de Paulo Freire e, após uma pesquisa com a participação de quarenta professores de língua, residentes no estado do Mato Grosso, chega-se à conclusão de que os professores pesquisados desconheciam os encaminhamentos dessa pedagogia, questionando, dessa forma, como o documento poderia servir aos professores.

MASCARENHAS, D. R. Quando os professores do ensino fundamental lêem os PCN-LE. Dissertação de Mestrado. Instituto de Letras. UnB. Brasília-SP, 2003.

  • Em sua tese, Mascarenhas evidencia o desconhecimento da terminologia e a pouca compreensão do texto geral dos PCN-LE por parte dos professores de língua da rede estadual de ensino em pesquisa realizada no Distrito Federal.

MASCIA, M. A. A. (2003). Investigações discursivas na pós-modernidade: (uma análise das relações de poder-saber no discurso político educacional de língua estrangeira. Campinas-SP: Mercado de Letras.

  • Nesse livro, a autora nos revela, dentre outras questões, parte da discursividade impressa nos PCN, revelando as relações de poder-saber do discurso político educacional de lingua estrangeira.

MOITA LOPES, L. P. da. Oficina de lingüística aplicada: a natureza social e educacional dos processos de ensino/aprendizagem de línguas. Campinas: Mercado de Letras, 1996.

  • Tendo sido Moita Lopes um dos elaboradores dos PCN-LE, esse livro nos diz muito sobre a visão desse linguïstia aplicado impressa no documento, principalmente em relação à habilidade de leitura, por meio de seu "modelo interacional de leitura".

_________. Fotografias da lingüística aplicada no campo de línguas estrangeiras no Brasil. DELTA, vol. 15, 1999, p. 419-435.

  • Esse artigo, de cunho informativo, deixa claro, dentre outros tópicos, o momento de criação dos PCN-LE, bem como os responsáveis pela elaboração do documento.

_________. A nova ordem mundial, os parâmetros curriculares nacionais e o ensino de inglês no Brasil: a base intelectual para uma ação política. In: LEILA, B. & RAMOS, R. C. G. (orgs.) Reflexão e ações no ensino-aprendizagem de línguas. Campinas: Mercado de Letras, 2003.

  • Esse artigo veicula o diálogo dos PCN com a nova ordem mundial, destacando o papel educacional e sociopolítico do inglês no curriculo escolar. Nesse diálogo o professor atua no processo de transformação social. Para tanto, o autor analisa capas de revistas nacionais e internacionais.

SADALLA, A. M. F. A. & CARVALHO, L. (2002) Psicologia e Parâmetros Curriculares Nacionais: Contribuições para Formação de Professores? In: AZZI, R. G. & SADALLA. A. M. F. A. (org.) Psicologia e Formação Docente: Desafios e Conversas. São Paulo: Casa do Psicólogo.

  • Nesse artigo, as autoras destacam o "viés psicolozigante" dos PCN, ou seja, enfatizam que haveria uma prioridade explícita nos PCN às explicações de cunho psicológico para os fenômenos do processo de ensino-aprendizagem, o que aproximaria os PCN de uma visao tecnicista.

ROJO. R. (org.) A prática de linguagem em sala de aula: praticando os PCNs. Campinas: Mercado de Letras, 2000.

  • Esse livro possui vários artigos de pesquisadores da PUC-SP, enfatizando temas como as práticas de linguagem e formação de professores (pré e em serviço), gêneros e textualidade, progressão curricular e projeto, leitura e escrita, ensino dos discursos argumentativos e da produção escrita, entre outros, relaciononados à proposta dos PCN.

Thursday, November 11, 2004

TESES DIGITAIS

Em Lingüística Aplicada produzida no IEL/Unicamp:
  • BORGES, Elaine Ferreira do Vale. Discernimento do Esteio Teórico nos PCN de Língua Estrangeira - Ensino Fundamental, 2003 (Mestrado).

http://www.unicamp.br/iel/biblio/index.htm http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000305935

Resumo: Esta pesquisa de natureza bibliográfica apresenta uma leitura aprofundada dos Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Estrangeira do Ensino Fundamental (PCN-LE). Adicionalmente, são também investigadas partes de outros documentos, como a Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais do 1o e 2o e do 3o e 4o Ciclos e o projeto Parâmetros em Ação de Língua Estrangeira. O que se espera com este estudo é compreender as linhas teóricas implícitas e explícitas nos PCN-LE e como elas interagem entre si constituindo o próprio documento. Atenção especial é dada às tendências pedagógicas brasileiras, às abordagens psicológicas e às abordagens de ensino de língua estrangeira (inglês), privilegiando o estabelecimento de um diálogo entre a Educação, a Psicologia e a Lingüística Aplicada. A análise sugere que os PCN-LE poderiam estar privilegiando linhas psicológicas diferentes e, conseqüentemente, diferentes enfoques de ensino de língua tanto em sua parte teórica quanto em suas "orientações didáticas", ou seja, os PCN-LE privilegiariam, teoricamente, uma perspectiva essencialmente sociointeracional e comunicativa. Porém, em suas "orientações didáticas", o documento enfatizaria uma perspectiva essencialmente cognitiva e instrumental.

Palavras-chave: Currículo - Ensino Fundamental, Língua Estrangeira - estudos e ensino, Lingüística Aplicada - currículos, Ensino Fundamental, Construtuvismo.


CURSOS DE EXTENSÃO - Janeiro/2005

  • Bases Teóricas Implícitas e Explícitas nos PCN-LE

http://www.unicamp.br/iel/extensao/cursosextensao.htm
http://www.extecamp.unicamp.br/dados.asp?sigla=IEL-0093&of=003

outras informações: elainefvb@bol.com.br

Ementa: Mediante a leitura cuidadosa dos PCN-LE, compreender conceitos, propostas, fontes teóricas explícitas e/ou implícitas no documento. Interpretar proposições sobre o ensino de Língua Estrangeira contidas nos PNC-LE para a prática de sala de aula nos 3º e 4º ciclos do ensino fundamental. Formular relatos e críticas aos PNC-LE a partir do estudo do documento.

  • Leitura dos PCN de Língua Portuguesa Ciclos Iniciais

http://www.unicamp.br/iel/extensao/cursosextensao.htm
http://www.extecamp.unicamp.br/dados.asp?sigla=IEL-0070&of=004

outras informações: elainefvb@bol.com.br

Ementa: Mediante a leitura cuidadosa dos PCN-LP, compreender conceitos, propostas, fontes teóricas explícitas ou implícitas no documento. Interpretar proposições sobre o ensino de Português contidas nos PCN para a prática de sala de aula nas séries iniciais. Formular relatos dos e críticas dos e críticas aos PCN a partir do estudo do documento.